Nos acompanhe

Paraíba

Assembleia Legislativa instala Frente Parlamentar Paraíba-China

Publicado

em

A Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) instalou, nesta terça-feira (3), a Frente Parlamentar Brasil (Paraíba)-China, que tem o objetivo de facilitar o contato e fazer parcerias comerciais com o país asiático e, assim, trazer investimentos e recursos para o estado. O Grupo também lutará pela construção de um estaleiro na cidade de Lucena.

O deputado Lindolfo Pires, presidente da Frente Parlamentar, ressaltou que a relação comercial da Paraíba com a China pode se transformar em uma nova geração de emprego e renda para o estado.

“Esse investimento no estaleiro já fez com que o próprio governador João Azevedo tivesse audiência semana passada com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para mostrar que esse também será um dos maiores investimentos feitos no Brasil. Nós estamos falando de mais de um bilhão de dólares a ser investido. Então, a Assembleia deve participar ativamente desse processo e de todas essas tratativas em virtude da dimensão dos recursos que estão vindo”, afirmou.

Para a vice-governadora Lígia Feliciano, que esteve em uma comitiva na China em julho, a Paraíba possui muitos atrativos e bons índices sociais que podem levar chineses a investirem em diversas áreas no estado, como energia solar e maricultura.

“Eu estive representando o governador João Azevêdo numa missão na China, que tinha como objetivo visitar, na cidade Zhoushan, um estaleiro de reparos de navios. O governador, então, assinou um protocolo de intenções com a empresa chinesa IMCYY. Eu fui lá, in loco, vi o estaleiro e aproveitei a viagem também para fazer visitas em outras empresas para atrair investimentos. O objetivo desse relacionamento Brasil-China, através da proposição do deputado Lindolfo, é ter uma amizade comercial”, pontuou.

O deputado Ricardo Barbosa parabenizou a iniciativa da criação da Frente e ressaltou que a Paraíba está preparada para receber a vinda de capital estrangeiro. “É uma iniciativa extremamente feliz e oportuna do deputado Lindolfo Pires, uma vez que cresce sensivelmente esse intercâmbio comercial e industrial. Então, é de muito bom alvitre a criação dessa Frente Parlamentar e tenho certeza que ela vai contribuir muito nessa relação paradiplomática entre esses dois países e, notadamente, entre o estado da Paraíba”, destacou.

Também participaram da instalação da Frente Parlamentar o presidente da Assembleia, Adriano Galdino; os deputados Chió, Cida Ramos, Pollyanna Dutra e Tovar Correia Lima; o deputado federal Damião Feliciano; o secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico do Estado, Gustavo Feliciano; e o diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep), Rômulo Polari Filho.

Continue Lendo

Paraíba

“Isso é um desespero. Você não chuta cachorro morto”, diz Mikika ao defender Veneziano

Publicado

em

O presidente municipal do MDB em João Pessoa, vereador Mikika Leitão, que é pré-candidato a deputado federal, decidiu sair em defesa do presidente estadual do seu partido, senador e pré-candidato ao Governo do Estado, Veneziano Vital do Rêgo, no episódio da troca de farpas entre PT, MDB e PSB.

Mikika afirma que filiados do PSB estão incomodados com o crescimento de Veneziano com vistas às Eleições 2022 e que, portanto, estariam tentando usar os presidentes nacional e estadual de sua sigla para tentar “sujar” a imagem do senador.

O comentário do vereador foi registrado pelo programa Correio Debate, da 98 FM, de João Pessoa, nesta sexta-feira (01/07).

Leia também: Eleições 2022: Jackson Macêdo ameaça ir à Justiça para impedir que João Azevêdo use imagem de Lula

Confira o áudio:

Continue Lendo

Paraíba

“O PT e o MDB marcham juntos na PB com apoio do presidente Lula como palanque único”, diz Veneziano

Publicado

em

O senador paraibano e pré-candidato ao Governo da Paraíba, Veneziano Vital do Rêgo (MDB), decidiu reafirmar o discurso do presidente estadual do PT, Jackson Macêdo, dizendo que a o Partido dos Trabalhadores e o MDB ” marcham juntos na PB com apoio do presidente Lula como palanque único”.

A intervenção de Veneziano se deu na intenção de rebater as críticas feitas pelo presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, em relação à conduta do PT paraibano com vistas às Eleições 2022.

Segundo Veneziano, o socialista perdeu a compostura por conta da aliança política entre os petistas e os emedebistas em território paraibano.

O comentário do senador foi registrado pelo programa Correio Debate, da 98 FM, de João Pessoa, nesta sexta-feira (01/07).

Leia também: Eleições 2022: Jackson Macêdo ameaça ir à Justiça para impedir que João Azevêdo use imagem de Lula

Confira o áudio:

 

Veneziano ainda aproveitou a ocasião para dizer que o presidente nacional do MDB, deputado federal Baleia Rossi, desde janeiro, já dizia que o MDB queria autonomia para decidir os rumos que cada uma dos diretórios iria adotar e foi o da Paraíba, afirma, o primeiro a anunciar apoio ao projeto de Lula rumo à Presidência da Repúblicas nas Eleições 2022.

Confira o áudio:

Continue Lendo

Paraíba

Senado aprova ‘PEC Kamikaze’ com voto de todos os senadores paraibanos

Publicado

em

O Plenário do Senado aprovou nesta quinta-feira (30), com o voto de todos os senadores paraibanos, Daniella Ribeiro (PSD), Nilda Gomdim (MDB) e Veneziano Vital do Rêgo (MDB), a proposta de emenda à Constituição (PEC) que institui estado de emergência até o final do ano para ampliar o pagamento de benefícios sociais (PEC 1/2022). Os dois turnos de votação dessa proposta foram cumpridos no mesmo dia, e ela segue para a Câmara dos Deputados.

De acordo com a Agência Senado, a PEC prevê R$ 41,25 bilhões até o fim do ano para expansão do Auxílio Brasil e do vale-gás de cozinha; para a criação de auxílios aos caminhoneiros e taxistas; para financiar a gratuidade de transporte coletivo para idosos; para compensar os estados que concederem créditos tributários para o etanol; e para reforçar o programa Alimenta Brasil.

Esse valor não precisará observar o teto de gastos, a regra de ouro ou os dispositivos da Lei de Responsabilidade Fiscal que exigem compensação por aumento de despesa e renúncia de receita.

O reconhecimento de estado de emergência serve para que os pagamentos não violem a legislação eleitoral. A criação de benefícios destinados a pessoas físicas é proibida em ano de eleições. A única exceção é a vigência de estado de emergência (Lei 9.504, de 1997).

Todas as medidas têm duração prevista até o final do ano de 2022.

Dólar

A aprovação da PEC, que foi apelidada de ‘Kamikaze’ por representar forte risco de desmantelo fiscal e econômico no Brasil às vésperas das Eleições 2022, já provocou o aumento no valor do dólar que, nesta sexta-feira (01/07) passou a operar em forte alta.

Às 12h40, o G1 registrou que a moeda norte-americana subia 1,44%, vendida a R$ 5,3078. Na máxima até o momento, chegou a R$ 5,3381.

O dólar turismo, preço de referência para casas de câmbio, tem alta de 1,96% e é vendido por R$ 5,5117.

A última vez que o dólar superou o patamar de R$ 5,30 foi no dia 4 de fevereiro, quando fechou a R$ 5,3206.

Justificativa

A senadora Daniella Ribeiro justificou o voto favorável à PEC da gestão do atual presidente Jair Bolsonaro (PL) dizendo esperar que as Eleições não sejam prioridade sobre as necessidades reais da população brasileira.

O comentário da parlamentar foi registrado pelo programa Correio Debate, da 98 FM, de João Pessoa, nesta sexta-feira (01/07).

Confira o áudio:

 

Já o senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB) que é vice-presidente do Senado justificou o seu voto dizendo que o fez por força da realidade da crise econômica no Brasil e, ao mesmo tempo lamentou que o Governo Federal da gestão do atual presidente Jair Bolsonaro (PL) só tenha iniciativas dessa natureza com fins eleitoreiros.

Confira o áudio:

 

A senadora Nilda Gondim, que é mãe do senador Veneziano, preferiu não se manifestar sobre o seu voto que também foi favorável à chamada ‘PEC Kamikaze’.

Continue Lendo