Nos acompanhe

Paraíba

Paraíba tem 84 pacientes nas unidades de referência nesta segunda

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou, nesta segunda (29), 46 casos de covid-19. Entre os confirmados, 01 (2,17%) é moderado ou grave e 45 (97,83%) são leves. Agora, a Paraíba totaliza 460.515 casos confirmados da doença, que estão distribuídos por todos os 223 municípios. Até o momento, 1.233.341 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

Também foram confirmados 02 novos óbitos desde a última atualização, nenhum ocorreu nas últimas 24 horas. Os óbitos confirmados neste boletim ocorreram entre os dias 25 e 27 de novembro, todos em hospitais públicos. Com isso, o estado totaliza 9.528 mortes. O boletim registra ainda um total de 354.583 pacientes recuperados da doença.

* Dados oficiais preliminares (fonte: e-SUS Notifica, Sivep Gripe e SIM) extraídos às 10h, do dia 29/11/2021, sujeitos à alteração por parte dos municípios.

Óbitos

Até esta segunda, 222 cidades paraibanas registraram óbitos por Covid-19. Os óbitos confirmados neste boletim ocorreram nos municípios de Alhandra (1) e Belém do Brejo do Cruz (1). As vítimas são um homem e uma mulher com idades de 75 e 85 anos. Um possuía cardiopatia e diabetes e outro não tinha comorbidade.

Ocupação de leitos Covid-19

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico), em todo estado, é de 18%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 34%. Em Campina Grande, estão ocupados 06% dos leitos de UTI adulto e no sertão 22% dos leitos de UTI para adultos. De acordo com o Centro Estadual de Regulação Hospitalar, 04 pacientes foram internados nas últimas 24h. Ao todo, 84 pacientes estão internados nas unidades de referência.

Cobertura Vacinal

Foi registrado no sistema de informação SI-PNI, a aplicação de 5.740.398 doses. Até o momento, 3.063.912 pessoas foram vacinadas com a primeira dose e 2.378.052 completaram os esquemas vacinais, o que representa 79,02% da população com idade a partir de 18 anos. Do total de vacinados com o esquema primário completo, 2.313.885 tomaram as duas doses e 64.167 utilizaram imunizante de dose única. Sobre as doses adicionais, foram aplicadas 9.392 em pessoas com alto grau de imunossupressão e 289.042 doses de reforço na população com idade a partir de 60 anos. Estão com esquemas vacinais atrasados na Paraíba,com base nos aprazamentos preconizados pelo Ministério da Saúde, 495.346 indivíduos. Esse número se refere às pessoas que receberam a primeira dose e não receberam a segunda, ou que receberam ambas as doses do esquema primário e ainda não receberam o reforço. A Paraíba já distribuiu um total de 6.677.063 doses de vacina aos municípios. Os dados referentes às doses aplicadas não sofreram alteração, pois o Sistema SPI-PNI encontra-se fora do ar.

Os dados epidemiológicos com informações sobre todos os municípios e ocupação de leitos estão disponíveis em: www.paraiba.pb.gov.br/coronavirus

Continue Lendo

Paraíba

Mersinho Lucena debate projetos com vereador de Santa Luzia e com médico do Samu

Publicado

em

O pré-candidato a deputado federal, Mersinho Lucena, visitou o município de Santa Luzia no final de semana e debateu parcerias com o vereador Galvincio e o médico do Samu, Dr.  Galileu.

Mersinho registrou o encontro. “Domingo marcado por esse encontro maravilhoso com o amigo, vereador de Santa Luzia, Galvincio e o amigo, médico do Samu, Dr  Galileu. Mais uma oportunidade que tivemos para conversar sobre apoio e sobre os nossos projetos para o desenvolvimento da Paraíba. É sempre uma alegria revê-los.”, destacou.

Confira publicação

Continue Lendo

Paraíba

Justiça nega pedido de anulação da nomeação da filha do prefeito Cícero Lucena

Publicado

em

A ação movida pelo vereador Marcos Henriques contra o Município de João Pessoa para anular a nomeação da filha do prefeito Cícero Lucena, Janine Assis de Lucena, do cargo de cargo de secretária executiva de Saúde foi indeferida pela juíza Andréa Gonçalves Lopes Lins, da 5ª Vara da Fazenda Pública da Capital.

Na ação, o vereador teria alegado que nomeação é “ato atentatório à moralidade administrativa”:  “O autor alega, em síntese, que a presente ação visa anular ato lesivo ao patrimônio público e à moralidade administrativa, insurgindo-se contra ato atentatório à moralidade administrativa do gestor municipal, ao nomear a sua filha, a Srª Maria Janine Assis de Lucena Barros, como secretária executiva de saúde”, diz o documento.

Conforme entendimento da juíza, o cargo é de natureza “política” e não há irregularidade na nomeação:  “A jurisprudência superior, evoluindo no tema, tem compreendido que os cargos de natureza política estão fora do alcance da proibição. Contudo, apesar da possibilidade de nomeação de parente para cargo político, inexistem dúvidas de que a vedação contida na Súmula Vinculante nº 13 abrange o cargo de tesoureiro, cuja natureza não é política, mas sim administrativa.”, destaca a decisão da magistrada.

O parecer da  juíza Andréa Gonçalves Lopes Lins foi pelo indeferimento da ação do vereador: “DIANTE DO EXPOSTO, ausentes elementos que evidenciem a probabilidade do direito, nos termos do art. 300 do CPC, INDEFIRO a concessão de tutela provisória de urgência requerida na exordial.”, decidiu.

Continue Lendo

Paraíba

Bruno recebe empresários e debate metas para melhorar qualidade do transporte público em Campina

Publicado

em

O prefeito Bruno Cunha Lima recebeu a direção do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Campina Grande (Sitrans), na manhã desta segunda-feira, 16, no Palácio do Bispo, após a volta à normalidade do sistema para os usuários dos distritos de Galante, São José da Mata e outras comunidades rurais. Durante o encontro, Bruno definiu uma série de providências para que, a curto, médio e longo prazos o setor melhore a qualidade na prestação de serviços à comunidade.

Durante a reunião no Gabinete do Prefeito, Bruno Cunha Lima lamentou recente a paralisação do transporte nos distritos, como também reafirmou o seu propósito de tomar as medidas administrativas e judiciais cabíveis, caso o transtorno volte a se repetir.

Segundo o prefeito, que também ouviu as reivindicações do segmento empresarial, o governo municipal está fazendo rigorosamente a sua parte quanto ao bom funcionamento do sistema de coletivos, mas também continuará sempre atento para exigir o cumprimento das responsabilidades assumidas pelas empresas de ônibus, fazendo valer, desta forma, o interesse coletivo.

Durante o encontro, Bruno defendeu a transparência, por parte das empresas, quanto ao fornecimento de informações fundamentais, sobretudo em relação à quilometragem executada, pois o acesso aos dados é fator fundamental para a política de subsídio recentemente adotada em Campina Grande.

“O subsídio foi criado para atender ao equilíbrio contratual e melhorar o sistema, mas deve ser mantido tendo como base a transparência e a lealdade na prestação das informações. Não sairá um único centavo dos cofres municipais que não seja com base no princípio de transparência”, assegurou Bruno.

Destacou, ainda, que formulará decreto regulamentando o contrato entre o Município e as empresas, acentuando que tudo deve ser regido pelos princípios da transparência e da legalidade. “A meta é fazer com que seja cumprido rigorosamente o que foi acordado, tendo como alvo atender as necessidades dos usuários dos transportes, a exemplo dos residentes nas áreas mais distantes, entre elas as distritais”, explicou.

O prefeito ainda abordou a necessidade da adoção de um plano de reestruturação do sistema, com investimentos por parte das próprias empresas, tendo como meta a melhoria dos serviços prestados à coletividade, especialmente quanto ao respeito ea ampliação de horários ou rotas, além do próprio aumento da frota, oferecendo-se mais qualidade e conforto aos usuários.

Os empresários, por sua vez, garantiram que farão o que for possível para o atendimento das demandas e necessidades da coletividade. Esperam ainda a superação paulatina das suas dificuldades, assumindo o compromisso de melhoria da qualidade dos serviços, como também a continuação da ofertas de transportes para todas as comunidades campinenses.

Além do prefeito, estiveram presentes ao encontro Ricardo Wagner (controlador geral), Aécio Melo (procurador), Carlos Dunga (superintendente da STTP), Gilbran Asfora (chefe de Gabinete), Araci Brasil (gerente de Transportes da STTP), Gustavo Braga (secretário de Finanças), Marcos Alfredo (coordenador de Comunicação), Gilberto Aureliano (assessor jurídico da STTP) e Vítor Ribeiro (gerente administrativo financeiro da STTP).

Da parte do Sitrans, compareceram os diretores Agnelo Cândido (presidente), Alberto Nascimento Noaldo Ribeiro e Anchieta Bernardino.

Continue Lendo