Nos acompanhe

Brasil

Aumento nos preços da gasolina e do diesel valem a partir desta quarta-feira no país

Publicado

em

A Petrobrás decidiu promover um novo aumento para os preços da gasolina e do diesel a partir desta quarta-feira (12). O anúncio foi feito pela própria empresa nesta terça-feira (11) através de nota à imprensa.

Com a decisão, o preço médio de venda da gasolina da Petrobras para as distribuidoras passa de R$ 3,09 para R$ 3,24 por litro. Já para o diesel, o preço médio de venda da Petrobras para as distribuidoras subirá de R$ 3,34 para R$ 3,61 por litro. Levando em conta a mistura obrigatória de 10% de biodiesel e 90% de diesel A para a composição do diesel comercializado nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor será elevada de R$ 3,01, em média, para R$ 3,25 a cada litro vendido na bomba, mostrando variação de R$ 0,24 por litro.

“Considerando a mistura obrigatória de 27% de etanol anidro e 73% de gasolina A para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,26, em média, para R$ 2,37 a cada litro vendido na bomba. Uma variação de R$ 0,11 por litro”, explicou a companhia, na nota.

O reajuste se dá após 77 dias sem aumentos e, segundo a empresa, as últimas alterações de preços ocorreram em 26 de outubro do ano passado. Desde então, o valor cobrado pela Petrobras para a gasolina chegou a ser reduzido em R$ 0,10 litro, em 15 de dezembro. Já o preço do diesel ficou estável.

Previsão

Em uma entrevista publicada pela VEJA, Adriano Pires, do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE), considerado um dos maiores especialistas do país em energia, afirmou que o preço do petróleo deve terminar o ano de 2022 mais alto que em 2021 e poderá chegar a 90 ou 100 dólares – no começo deste ano o petróleo BRENT (ICE) já estava a 78,98 dólares, 52,4% acima dos 51,80 dólares no início de 2021. A análise vai ao encontro ao projetado por diversas instituições financeiras mundiais.

Entre os principais motivos desta alta, está o contínuo crescimento econômico mundial e novas altas na cotação do dólar em relação ao real em 2022.

O novo reajuste da estatal mostra que o problema do preço dos combustíveis não ficou para trás e que ainda deve afetar, e muito, o bolso dos consumidores.

Justificativa

Segundo matéria publicada pela Agência Brasil, a Petrobras alega que esses ajustes “são importantes para garantir que o mercado siga sendo suprido em bases econômicas e sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras: distribuidores, importadores e outros produtores, além da Petrobras”.

A companhia reiterou seu compromisso com a prática de preços competitivos e em equilíbrio com o mercado, acompanhando as variações de alta e baixa, “ao mesmo tempo em que evita o repasse imediato para os preços internos, das volatilidades externas e da taxa de câmbio, causadas por eventos conjunturais”.

Continue Lendo

Brasil

“Por uma história de luta pela democracia e inclusão social”, diz FHC ao declarar apoio à Lula

Publicado

em

Por

Redação do Portal da Capital

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso declarou apoio a Lula (PT) presidente nas Eleições 2022. O anúncio foi feito através das redes sociais de FHC na manhã desta quarta-feira (05/10).

Na justificativa, FCH diz que a decisão se dá “por uma história de luta pela democracia e inclusão social”.

Confira imagem:

Continue Lendo

Brasil

Padre Lancelotti denuncia ex-jogador que pede que eleitores de Bolsonaro atropelem quem passa fome

Publicado

em

Por

Redação do Portal da Capital

Uma publicação compartilhada pelo padre Júlio Lancelotti nesta segunda-feira denunciou o ex-jogador do Botafogo da Paraíba, Fabrício Manini, de 42 anos, após o anúncio de que haverá um segundo turno para a disputa presidencial. Na postagem feita no Instagram, o eleitor disse que os apoiadores do atual presidente Jair Bolsonaro (PL) não deveriam ajudar quem passa fome no país, diz esta matéria originalmente publicada pelo Extra.

“Depois do resultado do primeiro turno das eleições, espero que todos os eleitores do Bolsonaro, assim como eu sou, quando encontrar alguém passando fome ou pedindo algum alimento, não ajude. Passe com o carro por cima da cabeça, pro país não ter mais despesas com esses vermes”, declarou Manini no Instagram.

 

Ao divulgar a postagem, o padre diz que isso foi “o que postou um cristão após o primeiro turno”. Isso porque, na rede social, o ex-atleta também escrevia o trecho bíblico “o Senhor é meu pastor e nada me faltará”. A denúncia de Lancelotti foi deletada pelo Instagram, mas ele divulgou mais uma vez.

— O Instagram apagou e eu coloquei outra vez. Como é uma mensagem de ódio, fazem denúncia, mas tinham que denunciar quem publica isso. É terrível, né? Ele é um ex jogador de futebol — disse o padre ao EXTRA.

Com mais de 40 mil curtidas nesta manhã, os comentários na publicação de Lancelotti chamam atenção para outras postagens extremistas que têm surgido nas redes sociais por motivações políticas. Em uma delas, o internauta escreveu “eleitor do Lula tem mais é que morrer de fome mesmo”.

Botafogo-PB

Manini foi jogador do Botafogo da Paraíba, time para o qual entrou ainda em 2015. Na época, o atleta, estava no futebol do Distrito Federal após passar pelo Guarany de Sobral.

Quando jogador do Ceará, Manini era conhecido pela torcida como ‘xerife’.

Continue Lendo

Brasil

MDB vai liberar voto e Simone Tebet declarará apoio a Lula

Publicado

em

Por

Redação do Portal da Capital

O MDB anunciará hoje a liberação de diretórios estaduais para manter alianças petistas e declararem apoio a Lula, mas não unificará posição nacional em favor do petista. A senadora Simone Tebet, no entanto, que concorreu à presidência com o apoio da cúpula da legenda, fará uma declaração de voto a favor de Lula nesta tarde.

De acordo com esta notícia originalmente publicada pelo R7, pesou para a “solução salomônica” no MDB a forte aliança do partido com os petistas em vários estados. A legenda está coligada com o PT em vários estados, e tem vice nas chapas para os governos de cinco estados: Rio Grande do Norte, Bahia, Piauí, Ceará, Sergipe. No Pará, que reelegeu Hélder Barbalho com ampla margem de votos, o vice é do PT. No entanto, em outras regiões, o alinhamento automático é rejeitado, como no Distrito Federal, onde o governador reeleito é aliado a Bolsonaro.

Em nota a ser divulgada hoje pelo MDB, o presidente Baleia Rossi explicará a posição do partido. Em cinco parágrafos a principal preocupação é reforçar a “liderança nacional” de Tebet, e sinalizar para a conciliação interna ao “dar liberdade para que cada um vote com a sua consciência”. O comunicado também deve reforçar a defesa da democracia.

Continue Lendo