Nos acompanhe

Negócios

Mayana Neiva e Ítalo Cerqueira estrelam a nova coleção da ONG Milagre Sertão

Publicado

em

A Lojinha do Milagre é uma iniciativa da ONG Milagre Sertão para promover ações no sertão da Paraíba. Por meio do e-commerce, o projeto vende produtos que são confeccionados por artesãos assistidos pela ONG ou que são frutos da parceria com outros artistas.

Este ano, a campanha da coleção de camisas exclusivas da Milagre Sertão foi estrelada pela atriz paraibana Mayana Neiva e pelo modelo Ítalo Cerqueira, Mister Universo 2019, com registros do fotógrafo Gabriel Diniz. “Participar de um projeto em prol do próximo é o que dá sentido à vida. Sinto-me honrado e agradecido pelo convite”, comenta Ítalo.

A arte que estampa as camisas foi assinada por Henry Peyloubet e produzida pela OraSurfing. Henry conta que o convite para fazer parte do projeto o deixou feliz e lisonjeado. “Como artista sinto que arte ganha um novo propósito quando ela é utilizada em projetos como este que ajudam e dão suporte para aqueles que necessitam”, revela o artista que já participou de outros projetos voluntários em Florianópolis, cidade onde reside há mais de 15 anos.

Estampa – Enquanto se aprofundava na história da Milagre Sertão, Henry se deparou com um registro fotográfico de Gustavo Alves, que acabou virando a inspiração para o desenho da estampa. “Aquela imagem me passava tanta coisa boa, parecia representar muito bem o trabalho maravilhoso que a ONG está fazendo”, explica o artista.

Como comprar – A nova coleção está disponível no site da Lojinha do Milagre (http://lojinhadomilagre.iluria.com/index.html). Os produtos podem ser enviados para todo o Brasil e o valor arrecadado é 100% revertido para as ações da ONG.

A ONG Milagre Sertão fica na Rua Antônio Rabelo Júnior, nº 81 Sala 01 e 02 – Miramar. Outras informações, no site milagresertao.org/ e no insta @milagresertao e @lojinhadomilagre.

Continue Lendo

Negócios

Colégio GGE trabalha habilidades socioemocionais com programa orientado por Rossandro Klinjey

Publicado

em

O Colégio GGE, líder em aprovações em Pernambuco, chega em João Pessoa com uma metodologia de ensino exclusiva. Em parceria com a Educa 21, programa orientado pelo renomado palestrante, escritor e psicólogo clínico Rossandro Klinjey, o colégio trabalha nos alunos, famílias e professores envolvidos no Ensino Fundamental as competências socioemocionais.

Além da ênfase para o campo emocional, o programa também foca no letramento digital, preparando as crianças para viverem melhor dentro e fora da internet.

Com uma missão de educar almas humanas, o Colégio GGE entende que não é necessário desenvolver apenas o intelecto, mas também as emoções. Por isso, a Trilha Socioemocional do GGE oferece projetos pensados especificamente para as necessidades de cada fase do aluno e o acompanha durante toda a sua trajetória escolar.

O psicólogo clínico Rossandro Klinjey explica a importância do programa. “As emoções podem facilitar ou impedir o envolvimento acadêmico, o comprometimento e o sucesso escolar final das crianças e adolescentes, uma vez que os relacionamentos e os processos emocionais afetam como e o que aprendemos”, ressalta.

Essas habilidades são as chamadas “soft skills” e, de acordo com o Fórum Econômico Mundial, das 10 competências desejáveis para o ser humano e profissional do século 21, oito delas são justamente parte das competências socioemocionais.

“Hoje há um consenso sobre a necessidade de dotar os alunos de competências que incluam o pensamento crítico, a criatividade e a gestão emocional”, destaca Rossandro.

Justamente por isso que o programa oferece uma solução completa que atende não só os alunos, mas os educadores e a família, afinal o desenvolvimento das emoções deve atingir todo o ecossistema família/escola.

Colégio GGE possui equipe de psicólogos para acompanhar alunos

Além dos programas da Trilha Socioemocional, como a Educa 21 (Ensino Fundamental), Projeto Vida (Ensino Médio) e outros projetos direcionados para a Alfabetização Emocional (Educação Infantil) e Contra o Bullying, o Colégio GGE dispõe de uma equipe de psicólogos para acompanhar o desenvolvimento de estudantes e atividades realizadas.

Por meio do Serviço de Orientação Educacional e Psicológica (SOEP), uma equipe profissional faz o acompanhamento do desenvolvimento emocional e afetivo e o acolhimento dos alunos. O SOEP também oferece atendimento individual a pais e professores. Os ganhos desse programa se refletem no desenvolvimento da formação psicológica e formativa do aluno.

João Pessoa terá projeto educacional completo do Ensino Infantil ao Médio

As obras da nova unidade do Colégio GGE já iniciaram em ritmo acelerado. A rede educacional, líder em aprovações em Pernambuco, finca as raízes na capital paraibana oferecendo um projeto educacional completo, da Educação Infantil ao Ensino Médio. O investimento é de mais de R$15 milhões em uma estrutura ampla e moderna.

Com entrega programada para novembro de 2022, a nova unidade GGE em João Pessoa tem um planejamento específico para oferecer conforto e bem-estar para estudantes e colaboradores. O prédio está situado em localização privilegiada no bairro de Miramar, na rua Orlando Soares de Oliveira, 36.

A estrutura física contará com cerca de 5.500 m² de área construída e uma área verde com aproximadamente 2.800 m². Além disso, haverá acessos distintos para facilitar o fluxo de entrada e saída dos alunos, mais de 45 salas (entre salas de aula, laboratórios, espaços multidisciplinares, salas Maker e STEAM), quadra poliesportiva, quadra pequena, parque molhado infantil, auditório, espaços exclusivos para cada segmento de ensino, estacionamento e muito mais.

Mais informações podem ser obtidas pelo site gge.com.br/joaopessoa ou pelo telefone (83) 3142-0081.

Confira imagem:

Continue Lendo

Negócios

Sebrae Paraíba oferta consultorias que auxiliam no desenvolvimento econômico de cidades

Publicado

em

Ampliar e desenvolver o ambiente de negócios do município, com o turismo, a agricultura familiar, a cultura do lugar, o comércio e os serviços. Estes são os ganhos dos municípios cujos gestores investem e estimulam o empreendedorismo. Uma das formas de estimular a atividade empreendedora é por meio de consultorias especializadas, que ajudam a enxergar os potenciais econômicos e, consequentemente, fortalecer o território. O Sebrae Paraíba conta com uma série de consultorias que podem ser buscadas tanto por gestores públicos quanto por pequenos negócios.

“Qualquer que seja a demanda empresarial para microempreendedor individual (MEI), microempresa e empresas de pequeno porte, o Sebrae tem expertise e possui um vasto banco de fornecedores qualificados e especialistas de serviços de consultores e instrutoria, em várias áreas gerenciais e para vários setores econômicos. Também atua com projetos de desenvolvimento, em toda a Paraíba, como o Projeto de Turismo Criativo e Colaborativo, o Projeto de Economia Criativa, Programa Agronordeste, dentre outros. No seu portfólio de serviços, dispõe de vários produtos para a qualificação empresarial e cursos no formato on-line e presencial”, explicou a gestora de Turismo e Economia Criativa do Sebrae Paraíba, Regina Amorim.

Ela afirmou, também, que várias prefeituras realizam contrato com o Sebrae Paraíba para viabilizar o desenvolvimento territorial sustentável, gerando oportunidades em todos os setores econômicos. Um desses municípios foi o de Cabedelo, que recentemente recebeu duas consultorias: qualificação do turismo náutico e a co-criação de produtos e manifestações artísticas.

“O município de Cabedelo avança no desenvolvimento do turismo e da cultura para transformar-se em uma cidade mais criativa. A consultoria para a co-criação de produtos visa ressaltar a identidade cultural local e estruturar a plataforma digital Cabedelo +Criativa para a promoção de bens e produtos da economia criativa, com desenvolvimento de práticas de e-commerce para produtos e serviços. Por sua vez, a consultoria de turismo náutico priorizou soluções e ações para a qualificação do turismo náutico, envolvendo e integrando toda a cadeia produtiva com profissionalismo e visibilidade”, explanou.

Diversas regiões da Paraíba se transformaram com o desenvolvimento do turismo, segundo salientou a gestora, desde o produtor rural a todos os setores econômicos do município. “O turismo impacta positivamente, com mais de quinhentas atividades econômicas de um destino turístico. Todos os municípios, por menor que seja, podem ser um destino turístico de vivências e experiências, desde que qualificado e bem orientado. E essa é a forma de atuação do Sebrae que traz excelentes resultados para diversos municípios paraibanos”, enfatizou a gestora que, na próxima semana, vai realizar reuniões e novas parcerias com prefeituras da região do Vale dos Sertões e do Vale dos Dinossauros para avançar no turismo criativo e colaborativo da Paraíba.

Sebrae 50+50 – Em 2022, o Sebrae faz 50 anos, depois de percorrer uma história que se confunde integralmente com a evolução dos pequenos negócios no Brasil durante meio século. Para celebrar a data, a instituição realiza a campanha 50+50, em comemoração aos 50 anos e preparação para os próximos 50, na busca de, cada vez mais, fazer o Sebrae que o Brasil precisa e de ser a força do empreendedor brasileiro. Para mais informações, acesse o site www.sebrae.com.br/50mais50.

Continue Lendo

Negócios

Feirão da Empregabilidade recebe cerca de 4 mil visitantes em 2 dias de evento no Espaço Cultural

Publicado

em

A primeira edição do Feirão da Empregabilidade, promovido pela Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedest), registrou a participação de cerca de quatro mil pessoas. Quase três mil delas foram até o Espaço Cultural José Lins do Rêgo em busca de uma das 1.420 vagas de emprego ofertadas no evento. Já outras 1.080 estiveram por lá para participar das capacitações profissionais.

As atividades do Feirão aconteceram nesta quarta-feira (18). Contudo, diante da alta procura popular pelas vagas de emprego, o atendimento do Sine-JP no local foi excepcionalmente estendido para esta quinta-feira (19), quando aproximadamente 700 candidatos buscaram o serviço.

Foi montada uma força-tarefa com 25 guichês funcionando ao mesmo tempo. Por volta das 10h, a fila que havia se formado no início da manhã já havia sido zerada. No entanto, as equipes seguiram a postos até as 17h, como previamente divulgado. “Não medimos esforços para dar celeridade ao processo e, com isso, atender o máximo de pessoas. Fizemos um verdadeiro mutirão, até cadastrar todos os interessados que nos procuraram”, explicou Vaulene Rodrigues, secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho.

Candidatos – O perfil dos candidatos que passaram pelo Feirão nesta quinta-feira foi bastante variado. Cada um deles carregava uma história diferente, mas compartilhava um desejo em comum: oportunidade no mercado de trabalho.

Heloísa Oliveira, de 20 anos, foi ao evento em busca do tão sonhado primeiro emprego. Ela está no início do curso de Enfermagem e nunca teve experiência profissional. “Desde que completei 18 anos, distribuo currículos. Mas não consigo nada. Quero uma chance”, disse.

Já Paulo Jean Marques dos Santos, de 54 anos, procurava uma atividade complementar. Ele trabalha como vigilante nos fins de semana e feriados. “Quero mais uma ocupação para conciliar com o que faço hoje. Minha esposa está desempregada. Preciso de um novo trabalho para reforçar nossa renda”, contou.

Houve ainda quem está tentando voltar ao mercado. Ivan Gomes, de 22 anos, foi desligado de uma fábrica de indústria têxtil em 2021. “Comecei lá em 2019, como aprendiz. Depois, fui contratado como operador de máquina. Mas em agosto do ano passado, acabei demitido. Vim em busca de emprego, independentemente da função”, destacou.

Diferenciais – Além da alta oferta de vagas de emprego, o Feirão da Empregabilidade teve um importante diferencial: a presença dos contratantes no evento. Mais de 20 empresas estiveram com suas equipes em stands recebendo candidatos encaminhados. Quase mil pessoas foram entrevistadas lá mesmo.

“Muitas delas já saíram empregadas. E a grande maioria foi direcionada para seleções, que são de responsabilidade dos contratantes. Isso é uma grande alegria para nós”, comemorou Eurípedes Leal, coordenador do Sine-JP.

Outro importante atrativo foi a oferta de 100 vagas exclusivas para pessoas com deficiência. “Inclusive, contamos com o apoio da Fundação Centro Integrado de Apoio à Pessoa com Deficiência (Funad) para atender a esse público com toda atenção e zelo merecidos”, acrescentou.

Capacitações – Mas o Feirão não se resumiu apenas à oferta de empregos. O evento contou com uma programação de 15 cursos e palestras de capacitação profissional. Todos os participantes ganharam certificados.

“Também contamos com a presença das equipes dos programas de fomento ao empreendedorismo, desenvolvidos pela Sedest. Disponibilizamos mentores para atender às pessoas que estão tocando o próprio negócio, orientando-as e tirando dúvidas”, falou Vaulene.

Para a secretária, o Feirão foi um verdadeiro sucesso. “Ficamos todos muito felizes com os resultados obtidos e com a resposta da população ao projeto. Certamente, outras edições virão”.

Parceiros – A primeira edição do Feirão da Empregabilidade contou com os seguintes apoiadores: Governo do Estado, Sebrae, Fecomércio, Sesc, Senac, Funad, Centro de Referência Municipal de Inclusão para Pessoa com Deficiência (CRMIPD), Brisanet, Uninassau, Uniesp, Unopar, Elmo Eletricmotors, Superchoque Cursos em Tecnologia, iWof, Up Personalizados e Estrela Produções.

Confira imagens:

Continue Lendo