Nos acompanhe

Paraíba

Prefeitura festeja com agricultores sucesso da colheita de milho na zona rural de João Pessoa

Publicado

em

Setenta e duas famílias da zona rural de João Pessoa começaram a véspera de São João em clima de festa. A prefeitura municipal ofereceu um café da manhã junino, no Sítio Ponta de Gramame, para comemorar o sucesso da quebra de milho na localidade. A colheita é resultado do plantio de 720 kg de sementes doados gratuitamente aos produtores, através do programa Eu Posso Semear, promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedest). A atividade aconteceu na manhã desta quinta-feira (23).

A comemoração reuniu famílias residentes em Ponta de Gramame, Gramame, Engenho Velho e Sítio Cuiá, atendidas pelo Eu Posso Semear com as sementes de milho. De acordo com a secretária de Desenvolvimento Econômico e Trabalho, Vaulene Rodrigues, o dia foi especial não apenas para os agricultores.

“Muito além de doar sementes, oferecemos todo o suporte técnico, desde o preparo de terra até o pós-venda. Encerrar o ciclo do milho de forma tão bem-sucedida e ver o impacto disso para tantas famílias é uma grande alegria para todos nós. Nosso objetivo é fomentar o trabalho no campo e mostrar para esses produtores que eles podem se estabelecer tirando o sustento da terra”, disse.

Colheita – As sementes foram doadas aos agricultores em abril passado. Por serem de uma variação precoce, o cultivo delas se deu em cerca de 70 dias. Todo o calendário foi planejado pela equipe do Eu Posso Semear, para garantir que a colheita acontecesse a tempo do São João.

O agricultor Francisco Ferreira da Silva estava ansioso pelo momento da quebra de milho. Devido a pandemia, nos dois últimos anos a procura dos clientes foi muito baixa. “Com a volta do festejo, tudo melhorou. E tivemos toda assistência da Prefeitura, o que nos garantiu um produto de qualidade. Estou muito satisfeito”, contou.

A agricultora Maria das Graças, que trabalha no campo há mais de vinte anos, também comemorou a colheita. “Nos anos passados, tínhamos que comprar a semente. Dessa vez, ganhamos. Isso nos trouxe mais lucro, que vai nos permitir investir em outras plantações, não só milho, mas também de macaxeira”, contou.

Vendas – O milho colhido na manhã desta quinta não demorou muito para chegar aos consumidores finais. Isso porque muitas famílias compareceram ao Sítio Ponta de Gramame para garantir a compra do produto logo após a colheita. O movimento por lá teve início por volta das 5h.

O servente Natanael Lé da Silva mora no Colinas do Sul, e foi ao sítio comprar duas mãos de milho, para serem usadas na festinha junina de sua família. “No campo, é garantia de milho novinho, quebrado na hora, o que torna tudo muito mais gostoso. Vou produzir canjica e pamonha, e também comer assado e cozido”, disse.

Resultado – Ao todo, a colheita das sementes doadas vai render aproximadamente 200 toneladas de milho. Para o diretor de Agricultura Familiar e Pesca da Sedest, Adriano Flávio Vasconcelos, o sucesso veio a coroar o trabalho desenvolvido através do Eu Posso Semear. “Os produtores receberam sementes de altíssima qualidade. Com nosso acompanhamento, eles tiveram assistência ao longo de todo o processo, inclusive, a fim de evitar desperdícios da semente no plantio, e do milho durante a pós-colheita, na comercialização”, destacou.

Após a quebra do milho, toda a parte verde da planta pode ser reaproveitada, seja como adubo ou para ração animal, o que gera novas oportunidades de lucro aos produtores. Até o final do ano, está programada a distribuição de mais sementes. A meta é encerrar 2022 com cerca de 400 toneladas de milho colhidas, no total.

Confira imagens:

Continue Lendo

Paraíba

Barraqueiros destacam expectativa para principal semana da festa no ‘Maior São João do Mundo’

Publicado

em

O Parque do Povo (Quartel General do Forró) chegou ao momento mais esperado do evento: a semana de São João. Há toda uma expectativa para o ápice d’O Maior São João do Mundo, não apenas para os organizadores, mas também para os barraqueiros e ambulantes que fazem parte da festa.

Para uma semana com uma programação que passa por Dj Alok, Assisão, Juliette, Mari Fernandez, Biliu de Campina e o tradicional show de Elba Ramalho, a expectativa é a melhor possível em termos de público e faturamento.

Os barraqueiros e ambulantes presentes no Quartel General do Forró aguardam animados a grande movimentação na principal semana d’O Maior São João do Mundo.

“A ‘Cada Mergulho é Flash’ está há quase 30 anos aqui no Parque do Povo, nesse mesmo local. Preparamos um bom estoque das bebidas que têm mais saída aqui. O faturamento está ótimo!”, comentou Vera, proprietária da barraca.

O empresário Marcelo, dono do tradicional restaurante Manoel da Carne de Sol, que existe na cidade há seis décadas e está presente no Parque do Povo há 17 anos, comemorou os resultados d’O Maior São João do Mundo.

Segundo ele, depois de dois anos de pandemia, a cidade está mais do que preparada para fazer O Maior e Melhor São João do Mundo de todos os tempos.

“Campina Grande se preparou, Campina Grande está bonita, Campina Grande está recebendo as pessoas com carinho, o Parque do Povo está lindo e nós vamos fazer o maior São João da história de Campina. Nossos preparativos começaram no mês de maio e estamos prontos para receber as pessoas que vêm ao Parque do Povo, com muito zelo e carinho, e proporcionar o que temos de melhor na nossa culinária. O movimento está excelente, não poderia ser melhor do que isso”, comemorou Marcelo.

O tradicional Point do Caldinho também está preparado para receber o grande público nesta semana de véspera de São João. Elielva Lucena, proprietária da barraca, afirmou que espera bater todas as metas.

“Dobramos a quantidade de material para os caldinhos, porque a demanda essa semana é bem maior, Desde o início do São João está muito bom, não só para mim, mas para todos os comerciantes”, reforçou.

A baiana Jari, do Acarajé da Jari, também fez tudo em dobro para a véspera de São João. “Sempre achei que seria um super São João. Esta semana a gente faz tudo em dobro, traz mais gente pra trabalhar e se prepara mesmo. A expectativa de público é o dobro do que vem costumeiramente. Desde o primeiro dia eu já notei a diferença. Foi um ‘boom’ e já disse para que veio”.

Fábio Cardoso, dono da barraca BarRil, parabenizou a Medow Entretenimento e Cultura pelo empenho em montar a estrutura do Parque do Povo em tempo hábil e proporcionar aos barraqueiros as condições para o trabalho.

“A Medow está de parabéns. Não falta nada! O que falta para mim é espaço, porque todo dia, graças a Deus, a minha barraca está lotada”, brincou Fábio.

Confira imagens:

Continue Lendo

Paraíba

São João: confira programação de shows para esta quinta em algumas das principais cidades na PB

Publicado

em

Os festejos juninos nas cidades da Paraíba continuam em pleno vapor após dois anos de suspensão por causa da pandemia provocada pelo Coronavírus. E para festejar o retorno das festividades as Prefeituras prepararam programações recheadas de grandes nomes e as melhores atrações para animar o público em geral.

Confira a programação de shows em algumas das principais cidades paraibanas para esta quinta-feira (23/06):

João Pessoa – Com sucesso de público, o São João Multicultural de João Pessoa chega a sua terceira noite nesta quinta-feira (23), repleto de atrações no Parque Solon de Lucena, no Centro da Capital. O público será embalado pelos shows de Matheus Fernandes, Brasas do Forró, João Lima e Os Filhos do Forró. Os shows começam a partir das 19h. O público ainda pode conferir os trios de forró Xoteando e Expressão Nordestina.

Campina Grande – A noite desta quinta (23) levará ao palco principal do ‘Maior São João do Mundo’ a cantora Elba Ramalho, que contará com uma participação especial da ex-BBB Juliette Freire durante o show e, ainda, apresentações dos cantores Nattan, Diego Faria e Tony Dumond. Já o “São João nos Bairros” tem levado muita animação por meio dos trios de forró e apresentações culturais de quadrilhas juninas e grupos folclóricos nos bairros de Campina Grande. A apresentação desta quinta (23) acontecerá na Praça Maria Sueli Cabral Santos, na Rua Luiz Sodré Filho com a Rua Petrônio Figueiredo, Bairro Sandra Cavalcante.

Cabedelo – O Arraiá do Litoral volta a levar o colorido e a animação do período junino para a Praça Getúlio Vargas, no Centro de Cabedelo. A partir dessa quinta-feira (23), moradores e visitantes poderão matar a saudade e arrastar o pé com uma programação preparada pela Prefeitura Municipal de Cabedelo com grandes atrações e todo resgate da cultura local. Quem abre os festejos na véspera de São João é a Quadrilha Junina Expresso do Litoral e os cantores Alberto Bakana e Mô Lima, a partir das 22h. No bairro do Renascer também tem São João. Por lá, no dia 23, apresentam-se as bandas Stylo Ousado e Alberto Bakana. A festa acontece na Rua Raul Seixas (ao lado da Projecta), a partir das 19h. Já o Casarão do Padre – Espaço Criativo vai receber a Vila do Cabedelo. Por lá, a partir das 17h, haverá forró pé de serra e venda de comidas e artesanato, além de um espaço temático decorada para fotos e visitação.

Santa Rita – Nesta quinta-feira (23/06) a população de Santa Rita poderá prestigiar e curtir show com a cantora Walkyria Santos e ainda, Osmideo Neto e WG Brocador.

Santa luzia – O São João de Santa Luzia que é reconhecido como patrimônio cultural imaterial do Estado da Paraíba, por meio da Lei Estadual nº 11.160/2018 levará ao público nesta quinta-feira (23), shows com Matheus & Kauan, Gil Mendes, Woxton Nóbrega e Geová do Acordeon.

Patos – Os festejos juninos desta quinta-feira (23), em Patos, ficarão por conta das apresentações dos cantores Felipe Amorim, Matheus e Kauan, Zé Cantor, Ítalo e Forró das Antigas, Padú Frajolaz e As Meninas.

 

Continue Lendo

Paraíba

Estado destina R$ 1,9 mi para São João de Bananeiras, Patos, Monteiro e Santa Luzia, mas zera em CG

Publicado

em

A destinação de recursos estaduais para festas juninas, na Paraíba, sempre foi motivo de polêmica. Historicamente algumas prefeituras reclamam da falta de incentivos, enquanto outras comemoram. Este ano, o Governo do Estado destinou R$ 1,9 milhão para quatro cidades paraibanas que realizam tradicionais festejos juninos.

Mas, de acordo esta matéria originalmente publicada pela coluna Pleno Poder, que é assinada pelo jornalista João Paulo Medeiros, o ‘Maior São João do Mundo’, de Campina Grande, não recebeu patrocínio estadual.

Extratos dos contratos publicados no Diário Oficial mostram que o São João de Bananeiras, por exemplo, recebeu R$ 700 mil em patrocínio. Já em Patos e Monteiro o valor é de R$ 500 mil para cada um dos eventos. Nos três casos, os festejos são gerenciados por empresas privadas, assim como ocorre em Campina.

 

 

Já para o São João de Santa Luzia, no Sertão, foram R$ 200 mil investidos – conforme a Secretaria de Cultura do Estado. Nesse caso, um convênio foi firmado diretamente com o município.

 

Diante da falta de recursos destinados ao Maior São João do Mundo, o Governo tem dito que investe nos serviços de segurança, saúde e também através do Programa Empreender.

Foram R$ 2 milhões disponibilizados em forma de empréstimo para os barraqueiros do Parque do Povo. Dinheiro que será pago, posteriormente, pelos barraqueiros. Em Campina o Governo também realiza o Salão do Artesanato, assim como faz em João Pessoa.

As duas teses, cá entre nós, não justificam a falta de patrocínio para a maior festa de São João do país. Primeiro porque os serviços de segurança e saúde também estão presentes nas demais festividades (Bananeiras, Patos, Monteiro e Santa Luzia). Depois, é preciso considerar que os recursos do Empreender, como já disse, serão pagos pelos barraqueiros. Ou seja: não podem entrar na ‘conta’ de investimentos.

E mais: o Governo do Estado, independente das cores das gestões envolvidas, dá um tiro no pé ao não apoiar com recursos a festa de Campina. O ‘Maior São João do Mundo’ é quem leva, de forma bem mais significativa, o nome da Paraíba para o restante do país. E é quem, também, impulsiona mais substancialmente a economia paraibana.

A festa, portanto, precisa ser tratada como um patrimônio do Estado!

Assim como fazem os pernambucanos…

Em Caruaru, este ano, são R$ 3,5 milhões investidos pelo Governo do Estado na festa. Por aqui, ficaremos com os serviços de segurança e saúde.

Outro lado

Ao Blog, o secretário de Cultura do Estado, Damião Ramos Cavalcanti, disse que a destinação dos recursos atendeu a critérios técnicos e considerou as necessidades de cada cidade.

“Foi criada uma Comissão técnica para avaliar. No caso de Campina o Estado entra com recursos bem mais significativos, do que nas outras cidades, para manter a Segurança e na área da Saúde”, justificou o secretário.

Além das cidades tradicionais, o Estado também destinou R$ 433 mil para o São João na Rede. O evento aconteceu em 12 cidades paraibanas. “Não houve São João tão bem apoiado como este deste ano”, lembrou Damião Ramos.

Continue Lendo