Nos acompanhe

Paraíba

João Pessoa recebe atletas de todo o Brasil para a 1ª Ultramaratona Aquática

Publicado

em

A primeira Ultramaratona Aquática de João Pessoa foi realizada, neste sábado (26), com a participação de nadadores de todo o Brasil, entre profissionais e amadores. O percurso teve início na Praia do Seixas e contou com dois pontos de chegada, sendo um nas proximidades do Sesc Cabo Branco, para percurso de 5 km, e outro na praia do Bessa, com extensão total de 13 km. A iniciativa é da Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria de Juventude, Esporte e Recreação (Sejer).

O prefeito Cícero Lucena esteve presente na largada da competição e disse que fica feliz porque faz parte do projeto da prefeitura em transformar João Pessoa na capital da prática do esporte saudável. “Esse trabalho vem sendo desenvolvido em várias atividades e modalidades esportivas e esse, sem dúvidas, tendo esse mar que Deus nos ofereceu, é um dos que vai ser implantado e consolidado para que possa, não só descobrir talentos que nós temos aqui, mas também para que isso seja mostrado ao Brasil e ao mundo. Fico tranquilo porque a Secretaria de Esportes tem Kaio Márcio a frente, que é referência na natação no Brasil e no mundo”, afirmou.

O secretário de Juventude, Esporte e Recreação, Kaio Márcio, que também participou da prova e obteve o primeiro lugar no percurso dos 13 km, falou sobre os desafios da prova. “A ultramaratona teve um percurso bem desafiador, abrangendo, praticamente, toda a via costeira da Capital. Fico feliz porque tem um bom número de atletas nadadores e, a partir de agora, vão se tornar ultramaratonistas. João Pessoa é a sétima cidade do Brasil a fazer ultramaratona, então, ficamos felizes em conseguir essa boa conquista, que é entrar para esse cenário do esporte nacional”, frisou.

Emoção dos participantes – Por volta das 8h, os primeiros colocados no percurso de 5 km chegavam à Praia do Cabo Branco. O vencedor dessa categoria foi Remilson Honorato, que parabenizou a organização da competição e falou da emoção de participar do evento. “O pessoal da prefeitura está de parabéns, foi uma prova muito bem sinalizada, com o apoio do Corpo de Bombeiros, da Marinha, com vários caiaques e pontos de hidratação. A emoção da chegada é uma adrenalina muito boa, principalmente quando a gente finaliza e vê a última boia, já perto do objetivo. A adrenalina sobe e a gente dá aquele gás final, um esforço final para atingir o objetivo”, comentou.

Marta dos Santos Ferreira, mãe do nadador Caio Eduardo Ferreira dos Santos, acompanhou da beira mar todo o trajeto de nado do filho, buscando locais altos de onde pudesse avistá-lo e falou sobre a ansiedade de ver o filho realizar um sonho. “É a primeira vez que ele está participando de uma travessia. Eu acho muito importante para nossa cidade, porque isso incentiva tanto os jovens quanto os adultos a praticarem uma atividade física. Meu filho tem 19 anos e já diz que quer envelhecer com saúde”, contou.

Caio Eduardo, que ficou classificado em 15º lugar, conta que treina na escolinha da Sejer, porém, ainda não tinha participado de nenhuma competição. “Essa foi a minha primeira prova e eu falei logo que não podia perder essa oportunidade, ainda mais quando eu soube que o campeão olímpico Kaio Márcio iria estar participando. Eu gosto de nadar no mar por causa da aventura. No começo, bateu bastante ansiedade, mas depois pensa que a gente é capaz e segue. Quero agradecer muito pela oportunidade e estou muito feliz”, destacou o jovem.

A classificação do percurso de 5 km ficou assim: Masculino: 1º lugar – Remilson Honorato; 2º lugar – Rogério Honorato; 3º lugar – Diego Sá. Classificação Geral Feminino: 1º lugar – Viviane Velasquez; 2º lugar – Viviane Cássia e 3º lugar – Marina Palmeira.

Passava das 11h quando os primeiros nadadores chegaram à Praia do Bessa. A classificação do percurso de 13 km foi: Masculino: 1º lugar – Kaio Márcio de Almeida; 2º lugar – Paulo Bezerra Dutra; 3º lugar – Davi Marcelo Galdino. Feminino: 1º lugar – Karina de Alencar Torres.

Continue Lendo

Paraíba

Campanha “Meu corpo não é sua folia” será lançada nesta quinta-feira em João Pessoa

Publicado

em

Por

Redação do Portal da Capital

A quinta edição da campanha “Meu corpo não é sua folia”, iniciativa da Rede de Proteção às Mulheres em Situação de Violência na Paraíba (Reamcav), será lançada nesta quinta-feira (10), às 10h, no auditório 1, do Espaço Cultural, em João Pessoa. A campanha coordenada pela Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana é veiculada nas redes sociais do Governo do Estado e conta com ação integrada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Polícia Civil, Ministério Público, Tribunal de Justiça, Defensoria Pública e outros órgãos.

“Nesta quinta edição, fazemos o alerta sobre o crime de importunação sexual. É importante dizer que, infelizmente, os casos aumentam nesta época do ano e esta é mais uma iniciativa para orientar as mulheres apelando para que a sociedade apoie e ajude por meio de denúncias”, disse a secretária da Mulher e da Diversidade Humana, Lídia Moura.

Ação – A quinta edição da campanha continua com o slogan “Meu corpo não é sua folia” mostrando que nenhuma mulher pode ter seu corpo tocado ou ser importunada de qualquer forma sem seu consentimento. O crime de importunação sexual prevê pena de um a cinco anos de prisão (Lei 13.718/18). Caso não haja uma Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) no município, as denúncias devem ser feitas em qualquer delegacia ou pelos telefones 197 (importunação), 190 (emergência) ou 123 ( violação de direitos).

Realização – A campanha é uma iniciativa da Rede Estadual de Proteção às Mulheres, Crianças e Adolescentes em Situação de Violência da Paraíba (Reamcav) e tem como principais realizadores: Secretaria do Estado da Mulher e da Diversidade Humana (Semdh), Delegacia Geral da Polícia Civil, Coordenação das Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Secretaria de Segurança e Defesa Social, Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça da Paraíba, Defensoria Pública, Ministério Público da Paraíba, OAB-PB, Assembleia Legislativa, Prefeitura Municipal de João Pessoa e Câmara Municipal de João Pessoa, Codata, Empresa Paraibana de Comunicação (EPC). Conta ainda com a parceria da Associação Folia de Rua.

Continue Lendo

Paraíba

MPPB, Sejer e órgãos de segurança definem protocolo para os jogos finais da Copa JP de Futebol 2022

Publicado

em

Por

Redação do Portal da Capital

O Ministério Público da Paraíba (MPPB) realizou uma reunião, na sede da Procuradoria-Geral de Justiça, em João Pessoa, com representantes da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Recreação (Sejer-JP), da Polícia Militar (PM), Corpo de Bombeiros e do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-PB) para discutir um protocolo entre os órgãos de segurança para as últimas partidas da Copa João Pessoa de Futebol 2022, que serão realizadas nesta terça e quarta-feiras (7 e 8/02), no Centro de Treinamento Ivan Tomaz, no bairro de Valentina, e para a próxima edição do principal torneio de futebol amador da capital paraibana, organizado pela secretaria.

Ficou deliberado que o jogo de hoje, entre os times ‘Ilha do Bispo’ e ‘Jardim Itabaiana’ – em que, segundo a Sejer, serão disputados o 3º e 4º lugares da competição – não terá torcida. Já a final, entre os times ‘Mandacaru’ e ‘Valentina’, que será realizada amanhã com torcida única, será implementado um plano de barreira, que deverá ser elaborado pela secretaria e pela Guarda Civil Municipal, em parceria com a PM e o Bombeiro Militar, com o fechamento das ruas que dão acesso ao Centro de Treinamento e com disciplinadores. Só deverá ser permitido o acesso à portaria de entrada do Centro de Treinamento da torcida do Mandacaru e com a apresentação do ingresso.

A reunião foi presidida pelo procurador de Justiça Valberto Lira, presidente da Comissão Permanente de Prevenção e Combate à Violência nos Estádios do Estado da Paraíba. Segundo ele, também ficou decidido que a Sejer deverá apresentar, no prazo de 60 dias, os projetos de prevenção e combate a incêndio e pânico do Estádio da Graça, do Estádio Wilsão e do Centro de Treinamento Ivan Tomaz. “Esses projetos serão analisados pela Diretoria de Atividades Técnicas (DAT) do Corpo de Bombeiros e após a sua aprovação, será estabelecido um cronograma para a sua execução. Concluídos os projetos pela Prefeitura de João Pessoa e com os certificados do DAT, a Polícia Militar elaborará os laudos de segurança desses equipamentos esportivos”, disse.

Em relação às futuras edições da Copa João Pessoa de Futebol, também ficou deliberado que a Sejer-JP deverá se reunir, antecipadamente, com o comando de Policiamento da Região Metropolitana da Capital e com o comando Regional dos Bombeiros Militar para a elaboração de um plano de segurança para a competição e calendário. O objetivo é evitar que os dias de jogos coincidam com outros eventos que demandem a presença de contingente policial e dos Bombeiros.

Continue Lendo

Paraíba

Prefeitura de Campina Grande Lança Campanha “Folia Com Respeito”

Publicado

em

Por

Redação do Portal da Capital

A Prefeitura de Campina Grande, por meio da Coordenadoria da Mulher, lançou nesta terça-feira, 7, a campanha “Folia Com Respeito”. A meta da campanha é conscientizar os foliões, durante o período carnavalesco, acerca da importunação sexual durante as festas de Carnaval.

A importunação sexual é um crime recente que entrou em vigor, no Código Penal, somente no ano de 2018. Conforme o artigo 215-A, praticar contra alguém e sem a sua anuência ato libidinoso com o objetivo de satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro, pode acarretar pena de reclusão, que varia de um até cinco anos. Esse período é válido caso o ato não constitua crime mais grave.

Segundo pesquisa do IPEC, 45% das mulheres brasileiras já foram vítimas de importunação sexual. A coordenadora Municipal de Política para Mulheres, Talita Lucena, disse que o crime de importunação sexual é muito comum em festas.

“Condutas como os toques físicos não consentidos, piadas vexatórias com cunho sexual que constranjam a mulher, aquele famoso ‘beijo roubado’, tudo isso são condutas típicas da importunação sexual e precisam ser combatidas, já que em mais de 90% dos casos as vítimas são mulheres”, declarou Talita.

Segundo Talita, a campanha traz a conscientização de que a folia precisa ser curtida com respeito, e que vale a frase do “não é não”, sem meios termos. Durante o período carnavalesco, a equipe da Coordenadoria da Mulher estará nas ruas de Campina Grande levando a conscientização para os foliões e distribuindo materiais educativos.

Confira imagem:

Continue Lendo