Nos acompanhe

Paraíba

Cartaxo lança programação do Outubro Rosa e destaca cuidado com a saúde da mulher

Publicado

em

A simbologia de um mês inteiro dedicado à prevenção ao câncer de mama agora é prática contínua no ano inteiro em João Pessoa. Atendendo à reivindicação de entidades e se antecipando em relação a todo o país e ao que preconiza o Ministério da Saúde, o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, autorizou a ampliação da faixa etária para a realização do exame de mamografia de rastreamento para mulheres a partir dos 40 anos e, nesta terça-feira (3), lançou a programação do Outubro Rosa, para reforçar a conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce, oferecendo mais de 6.300 exames.

“Queríamos marcar este período não só com a simbologia deste mês, que é muito importante, mas que fosse algo que pudessse ficar permanente o ano inteiro, uma conquista para todas as mulheres, uma grande reivindicação das entidades, e que Prefeitura se antecipou e tomou esta decisão garantindo o acesso à mamografia a partir dos 40 anos”, afirmou Luciano Cartaxo. De acordo com o Ministério da Saúde, a mamografia de rastreamento é oferecida prioritariamente dos 50 aos 69 anos, mas para as mulheres munícipes de João Pessoa a realidade agora é outra.

O exame passou a ser oferecido na rede municipal a partir dos 40 anos e até os 74 anos. A medida atende a necessidade de cuidado preventivo e consiste em uma ampliação de mais de 87% no número de mulheres que serão beneficiadas. Com a ampliação, mais 65 mil mulheres também estão inseridas e com direito à prioridade no atendimento, totalizando 139 mil mulheres contempladas.

Além da boa notícia, Luciano Cartaxo lançou a programação referente a este mês de luta, estimulando a conscientização e a prevenção. O lançamento aconteceu na manhã desta terça-feira (3), no auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), onde o prefeito falou para um público predominantemente feminino formado pelas servidoras da administração municipal. “Fizemos questão de realizar o lançamento do Outubro Rosa no CAM para cuidar das nossas servidoras, afinal são elas que nos ajudam a cuidar da cidade, das pessoas, a melhorar a vida do povo. Às vezes nossos trabalhos, nossas obrigações diárias fazem a gente adiar e não fazer o exame na hora certa. Mas é preciso levarmos esta informação, a conscientização, a todas e dar mais oportunidade de as mulheres se cuidarem”, disse o prefeito Luciano Cartaxo.

Durante o mês de outubro, todos os serviços da Rede Municipal de Saúde irão desenvolver atividades educativas e assistenciais alusivas à temática, como a ampliação da oferta de consultas com mastologistas, intensificação do exame clínico na Atenção Básica, palestras, articulação intersetorial e com parceiros no desenvolvimento de atividades educativas. Além dos mais de 6.300 exames de mamografia, as equipes de saúde da família também irão visitar as secretarias municipais para prescrever, quando necessário, o exame de mamografia para as servidoras na faixa etária entre 40 e 74 anos ou maiores de 35 anos com risco especial para o desenvolvimento do câncer de mama devido ao histórico familiar.

A primeira-dama, Maísa Cartaxo, prestigiou a solenidade e destacou a importância de desmistificar o exame de mamografia e a necessidade de se prevenir também com o autoexame. “É uma bela ação esta que a Prefeitura está fazendo de tornar estas ações uma prática de janeiro a janeiro. A mulher tem a preocupação, cuidado, zelo por todo mundo e acaba deixando a própria saúde de lado. Então é importante termos estas ações de conscientização e o exame oferecido o ano inteiro para reduzirmos os casos”, afirmou.

Também participaram do lançamento da programação, o secretário de Saúde, Adalberto Fulgêncio, a secretária-adjunta da Saúde, Ana Giovana Medeiros, a presidente da Associação Médica da Paraíba, Débora Cavalcante, a coordenadora da Área Técnica da Saúde da Mulher da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Amanda Romera, e a deputada estadual, Eliza Virgínia.

Ampliação da faixa etária – Com a mudança na faixa etária, mulheres que moram na Capital, com idade entre 50 e 69 anos, e têm a requisição de mamografia de rastreamento preenchida por médico ou enfermeiro da Rede Municipal de Saúde de João Pessoa, poderão dirigir-se aos serviços autorizados para a realização deste exame, sem a necessidade de agendá-lo através das Unidades de Saúde da Família (USFs). As demais faixas etárias, para ter acesso ao exame, deverão ser marcadas através das USFs.

Esta facilidade de acesso segue até o dia 30 de novembro deste ano, nos serviços autorizados que são: Cedrul, Clínica Radiológica Dr Azuir Lessa, Fundação Napoleão Laureano, Hospital São Vicente de Paulo, Radiomed Diagnóstico Médico Imagem. Para a marcação direta é necessário apresentar os seguintes documentos: requisição de mamografia emitida pelo SUS, cópias de RG, CPF, comprovante de residência e Cartão SUS.

Continue Lendo

Paraíba

Bruno Cunha Lima revela disposição para apararar arestas com vice-governador Lucas Ribeiro

Publicado

em

Por

Redação do Portal da Capital

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, afirmou, na tarde desta terça (02/02), em entrevista ao Correio Debate, que irá buscar o Governo do Estado para firmar parcerias em benefício da cidade. O gestor municipal destacou que está em busca de audiência para debater a proposta de um polo logístico para a região.

Em bora tenha sido oposição durante o período eleitoral, o prefeito destacou que o momento é de trabalho e união. “Por parte da prefeitura sempre houve ponte. Nós sempre estivemos abertos e vamos continuar abertos. Até porque todos os municípios precisam de parceria. Infelizmente, nunca houve ponte de lá pra cá”, afirmou Bruno.

Uma audiência já está sendo buscada pela prefeitura de Campina. “A gente vai propor audiência com o governo para apresentar uma proposta de polo logístico para Campina Grande”, revelou.

Confira áudio

Continue Lendo

Paraíba

Camila diz que não é hora de discutir 2024, mas revela desejo de disputar a prefeitura de Guarabira

Publicado

em

Por

Redação do Portal da Capital

A deputada Camila Toscano revelou, na tarde desta quinta-feira (02/02), desejo em disputar a prefeitura de Guarabira em 2024. Em entrevista ao Correio Debate, Camila afirmou que é um “sonho” ser eleita prefeita e sentar na mesma cadeira que seu pai, Zenóbio Toscano (in memoriam) já sentou.

“Não tem como não pensar, é um sonho”, afirmou Camila.

A deputada ponderou ao afirmar que momento é de trabalho, mas que já pensa sobre as eleições municipais. “Seria uma honra ser escolhida pelo povo de Guarabira.”, enfatizou.

Confira áudio

Continue Lendo

Paraíba

Prefeitura de Cabedelo oferece bolsa inédita para aluna da Escola de Dança Municipal selecionada

Publicado

em

Por

Redação do Portal da Capital

Um sonho que começa a ser realizado a partir de agora. A cabedelense Isabelly Nálija, aluna da Escola Municipal de Dança, está de malas prontas para Joinvile (SC), onde fará parte da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil.  Ela foi a única bailarina da região metropolitana de João Pessoa aprovada em todas as etapas de seleção e fará parte do quadro de novos alunos da conceituada escola.

O apoio da Prefeitura Municipal de Cabedelo possibilitou não só a ida de Isabelly, juntamente com a mãe Janielle Nálija, à cidade catarinense para participar da etapa final de seleção, como também sua permanência na cidade, com o oferecimento de uma Bolsa mensal no valor de R$ 2 mil, através do Programa Preparatório Escola de Dança de Cabedelo, instituído pela lei da Lei 2147/2021. O incentivo será concedido durante todo o período de estudos da bailarina, com possibilidade de renovação até a finalização da preparação profissional.

“Estamos extremamente orgulhosos e felizes em poder implantar e ver a realização dessa política pública que simboliza um novo marco na história da Escola de Dança do Município. É uma conquista própria da Isabelly e que também representa uma conquista do nosso povo. Estão de parabéns os pais da garota e também a Secretaria de Cultura por serem vitoriosos e exitosos nesse processo”, ressaltou o prefeito Vitor Hugo.

Isabelly Nálija Nascimento de Alcântara, 09 anos, é aluna da turma de básico I da Escola de Dança Municipal de Cabedelo, tendo começado seus estudos em dança especificamente com o Ballet Clássico, aos 05 anos de idade, em 2018. Em setembro do ano passado, a bailarina iniciou a seleção para a tão sonhada Escola, em um processo que envolveu mais de 3.500 inscritos de todo o Brasil e até de países vizinhos.

Em poucas palavras, e muita gratidão, a bailarina expressou seu sentimento antes de embarcar para Santa Catarina. “Estou muito feliz e agradecida indo representar Cabedelo. Quero agradecer a tudo que os professores me ensinaram aqui e também à Secretaria de Cultura e à Prefeitura de Cabedelo pelo que estão fazendo por mim”, disse.

“É muito gratificante ver uma aluna do município ser contemplada com tantos benefícios. Eu sou da dança e senti na pele que tudo sempre foi muito sacrificado para conquistar. E a felicidade foi imensurável quando Isabelly conquistou a vaga no Bolshoi e a Prefeitura abraçou, de certa forma, tão forte, através da Secult. A realização da minha filha é a nossa também”, completou Janiele, mãe da bailarina.

Incentivo – O incentivo à dança no município, que contribui para a descoberta de talentos como Isabelli, se dá por meio do Programa Preparatório Escola de Dança de Cabedelo, que tem o objetivo de sistematizar e ampliar o ensino da arte da dança desenvolvido há mais de 30 anos no município.

A iniciativa tem como foco a concepção da dança enquanto conjunção de saberes, reconhecendo sua atuação nos aspectos históricos, sociais, políticos e contemporâneos. A proposta compreende o artista da dança como parte e produtor da arte e da cultura local.

O Programa da Secretaria de Cultura atende atualmente a cerca de 240 bailarinos e bailarinas e tem seus princípios estabelecidos na dança como uma área de conhecimento, propondo estimular a formação de pessoas através da inteligência criativa, pautada na diversidade, nos aspectos éticos e estéticos da região.

“Enquanto Secretaria e gestão municipal é a concretização de um processo de estruturação de uma política pública municipal. O ensino da arte da dança já vinha tendo um estruturação dentro de 20 a 30 anos no município, mas a instituição de uma política pública era um desafio maior e que atual gestão conseguiu efetivar. Estamos dando segurança e criando um mecanismo de gestão para o fortalecimento da arte da dança no município, e ainda criando possibilidades de intercâmbios para os nossos artistas e bailarinos. É uma conquista que fica como exemplo para outros municípios de que é possível fazer gestão e efetivar as políticas públicas” destacou o secretário de Cultura, Igobergh Bernardo.

Continue Lendo