Nos acompanhe

Paraíba

TAC para organizar atendimento no SUS, em Guarabira, será assinado nesta terça-feira

Publicado

em
Será assinado, nesta terça-feira (31), às 14h, na Promotoria de Justiça de Guarabira, o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que visa organizar o atendimento de saúde no município de Guarabira, para resolver entre outros problemas a superlotação no Hospital Regional e a retenção de macas do Samu e do Corpo de Bombeiros nos serviços de urgência e emergência. Dentre as medidas previstas no TAC está a implementação do projeto-piloto “Saúde no Lugar Certo”.
O projeto foi construído durante as reuniões promovidas pela promotoria com os gestores municipais e estaduais dos serviços de saúde. Essas reuniões integram o procedimento administrativo 3050/2017, instaurado em 31 de agosto, para apurar as falhas no sistema de atendimento do SUS, no município.
O projeto prevê os vários tipos de atendimentos que são dados aos pacientes no município, de modo a agrupá-los de acordo com uma cor de classificação de risco relacionada à gravidade do problema (azul, verde, amarela e vermelha) e a indicação dos serviços de referência para os atendimentos. Esse trabalho foi necessário para evitar, por exemplo, a superlotação de hospitais com demandas que podem e devem ser tratadas nas unidades de saúde dos bairros.
Segundo a 5ª promotora de Justiça em substituição, Andréa Bezerra Pequeno de Alustau, o escopo do projeto “Saúde no Lugar Certo” não é a classificação de risco em si e o tempo de espera para o atendimento, mas sim, conseguir melhorar os serviços de saúde de Guarabira, através da educação da população e dos profissionais de saúde para que procurem o serviço de saúde adequado ao tipo de problema médico. “Com isso, acreditamos que a demanda do hospital regional cairá cerca de 30%, impactando, inclusive, na diminuição da retenção de macas do Samu e dos Bombeiros, problema seriamente enfrentado em todo o Estado”, disse.
Ela destacou que “o sucesso do projeto está intimamente ligado ao diálogo de todas as esferas de poder: Prefeitura de Guarabira, através da Secretaria de Saúde, e do Governo do Estado, através do Hospital Regional e da UPA, além dos outros integrantes: Samu, Corpo de Bombeiros, 2a Gerência de Saúde, todos intermediados pela promotoria de saúde de Guarabira”.
Em relação ao problema da retenção de macas na UPA e no Hospital Regional, ficou conversado que será dada prioridade de atendimento ao Samu e ao Corpo de Bombeiros, a depender da classificação de risco dos pacientes, no prazo de 30 minutos e, caso não haja a liberação, será acionado os funcionários responsáveis pela solução do problema na unidade.

Triagem de pacientes

Segundo Andréa Bezerra, o paciente que chegar em determinada unidade de saúde com indicação para ser atendido em outra, passará pela triagem e classificação de risco e o responsável da área médica fará o seu devido encaminhamento para a unidade de saúde adequada para o seu caso, através do preenchimento da ‘ficha de referência e contrarreferência’, que será padronizada pelos integrantes do projeto.
Ficou definido que o formulário de triagem, referência e contrarreferência adotado para organizar o atendimento deverá conter os dados pessoais e clínicos dos pacientes, com a indicação da unidade básica de saúde de referência, de acordo com seu endereço; os motivos do encaminhamento e os dados para contrarreferência.

A CLASSIFICAÇÃO DE RISCO, DE ACORDO COM SERVIÇO DE SAÚDE

* UBS – azul: obtenção de receitas e atestados médicos, curativos e atendimentos de pessoas com febre de até 38 graus;
* UPA – verde: todos os atendimentos que não estejam na seara do Hospital Regional;
* Hospital Regional – verde: Idosos e pessoas com deficiência, avaliação cirúrgica e acidentes antirrábicos e picadas de animais peçonhetos;
* Hospital Regional – amarela: crise hipertensiva, crise asmática, dor abdominal intensa, hemorroidas etc.
* Hospital Regional – vermelha: acidentes por armas de fogo e branca, trauma, hemorragia digestiva alta e baixa, edema pulmonar, envenenamento e intoxicação grave etc.

Continue Lendo

Paraíba

TCE responsabiliza ex-prefeitos de Santa Rita por prejuízos de R$ 2.4 milhões aos cofres públicos

Publicado

em

Por

Redação do Portal da Capital

A Primeira Câmara do Tribunal de Contas/PB, reunida em sessão ordinária híbrida, nesta quinta-feira (02), sob a presidência do conselheiro Fernando Catão, julgou irregulares – após análise de inspeção especial, várias obras de engenharia realizadas no município de Santa Rita em 2015, durante a gestão dos ex-prefeitos Reginaldo Pereira da Costa e Severino Alves Barbosa Filho. Eles foram responsabilizados por prejuízos aos cofres públicos na ordem de R$ 2.460.422,94, conforme o voto do relator, conselheiro Fábio Nogueira. Cabe recurso.

A inspeção especial no município de Santa Rita (proc. nº 08203/16), in loco, analisou os aspectos técnicos e financeiros que envolveram a execução de obras e serviços em reformas de escolas e creches da rede pública municipal, bem como drenagem, capeamento e recapeamento asfáltico em diversas ruas da cidade, incluindo na imputação os valores referentes à não comprovação da realização de controle tecnológico de concreto.

Os débitos apurados pelo órgão técnico do TCE e reiterados pelo Ministério Público de Contas foram atribuídos de forma individualizada a cada gestor, ou seja, ao ex-prefeito Reginaldo Pereira da Costa coube a responsabilização pelo montante de R$ 1.587.110,82. Para Severino Alves Barbosa Filho os prejuízos atingem a quantia de R$ 873.312,12. Os valores devem ser ressarcidos aos cofres públicos.

Denúncia – Os membros da Câmara julgaram procedente denúncia formulada por vereadores (proc. nº 16664/20), contra a ex-prefeita de Areia de Baraúna, Maria da Guia Alves, acerca de supostas irregularidades na realização de despesas com auxílio financeiro, referido em doações com base em lei municipal. Por falta de comprovação dos beneficiados, o órgão julgador responsabilizou a gestora e a ex-secretária de Assistência Social, Volffraniad Pinheiro Dias de Sá, pelo montante de R$ 195.211,84. Cabe recurso.

A Primeira Câmara do Tribunal de Contas/PB é composta pelos conselheiros Fernando Rodrigues Catão (presidente), Fábio Túlio Nogueira, Antônio Gomes Vieira Filho e Renato Sérgio Santiago Melo (substituto). Em sua 2940ª sessão ordinária híbrida apreciou uma pauta de julgamento com 118 processos. Pelo Ministério Público de Contas atuou o procurador Marcílio Franca Filho.

Continue Lendo

Paraíba

Bruno Cunha Lima revela disposição para apararar arestas com vice-governador Lucas Ribeiro

Publicado

em

Por

Redação do Portal da Capital

O prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, afirmou, na tarde desta terça (02/02), em entrevista ao Correio Debate, que irá buscar o Governo do Estado para firmar parcerias em benefício da cidade. O gestor municipal destacou que está em busca de audiência para debater a proposta de um polo logístico para a região.

Em bora tenha sido oposição durante o período eleitoral, o prefeito destacou que o momento é de trabalho e união. “Por parte da prefeitura sempre houve ponte. Nós sempre estivemos abertos e vamos continuar abertos. Até porque todos os municípios precisam de parceria. Infelizmente, nunca houve ponte de lá pra cá”, afirmou Bruno.

Uma audiência já está sendo buscada pela prefeitura de Campina. “A gente vai propor audiência com o governo para apresentar uma proposta de polo logístico para Campina Grande”, revelou.

Confira áudio

Continue Lendo

Paraíba

Camila diz que não é hora de discutir 2024, mas revela desejo de disputar a prefeitura de Guarabira

Publicado

em

Por

Redação do Portal da Capital

A deputada Camila Toscano revelou, na tarde desta quinta-feira (02/02), desejo em disputar a prefeitura de Guarabira em 2024. Em entrevista ao Correio Debate, Camila afirmou que é um “sonho” ser eleita prefeita e sentar na mesma cadeira que seu pai, Zenóbio Toscano (in memoriam) já sentou.

“Não tem como não pensar, é um sonho”, afirmou Camila.

A deputada ponderou ao afirmar que momento é de trabalho, mas que já pensa sobre as eleições municipais. “Seria uma honra ser escolhida pelo povo de Guarabira.”, enfatizou.

Confira áudio

Continue Lendo