Nos acompanhe

Paraíba

Coronavirus: Vacinação do SUS no Cariri da Paraiba é destaque na National Geographic

Publicado

em

“Boa noite, quem é? Eu não sei ler.” Essa foi a resposta que chegou por áudio no meu Whatsapp – vinha do Brasil rural para o Brasil da metrópole. Esta repórter – que vive em São Paulo – havia enviado uma mensagem de texto a uma das pessoas retratadas pelo fotógrafo autor das imagens desta reportagem, que acompanhou uma equipe de vacinação no interior da Paraíba. Em tempos de pandemia de covid-19, fazer contatos com possíveis entrevistados à distância acabou se tornando – devido a óbvias questões sanitárias – quase uma norma.

No entanto, esses momentos escancaram a gigantesca distância – geográfica e social – entre as capitais e o interior do país. Uma distância que foi rapidamente vencida pelo coronavírus e que agora tem que ser superada pelas vacinas na corrida para salvar vidas.

A resposta era da filha de um senhor de mais de 100 anos, que, desconfiado, não quis gravar entrevista. Ele foi um dos primeiros a ser vacinado contra a covid-19 em Prata (PB), cidade com cerca de 4 mil habitantes a 130 quilômetros da capital João Pessoa. Lugar tranquilo, onde pouco chove, e cuja maioria da população vive na zona rural. Por lá, todos os profissionais da saúde e idosos já foram imunizados e já fazem parte dos cerca de 11% da população brasileira integralmente protegido contra o coronavírus, informa publicação da National Geographic.

A chegada da vacina em Prata é a última etapa de uma operação logística extraordinária, que começa com a partida do insumo farmacêutico ativo (IFA) de Pequim, na China, a mais de 17 mil quilômetros de distância do Brasil. Chegando aqui, o IFA é utilizado na produção dos imunizantes no Rio de Janeiro ou São Paulo, num processo que dura no mínimo 15 dias. Só então os frascos embalados viajam mais alguns milhares de quilômetros até as centrais de distribuição estaduais, onde as doses são separadas proporcionalmente de acordo com a população de cada local. Dali, partem até os braços dos cidadãos dos 5.568 municípios brasileiros.

Entre esses braços está o de Severino Espiridião de Freitas, 70 anos, que, ao lado de sua plantação, de óculos escuros e com um sorriso no rosto, levantou a manga da camiseta da seleção brasileira para receber uma dose de esperança, como a vacina já foi chamada por outros entrevistados. Nascido em Costado, a um quilômetro de Prata, Severino estudou até a 4ª série e diz que “graças a Deus, praticamente o que eu sei é ler bem meu nome e já estou achando demais”. Aos 20 anos, após casar-se, Severino migrou de ônibus para São Paulo. Contratado como soldador, função que exerceu durante boa parte da vida, passou dois anos na metrópole antes de ser enviado pela empresa em que trabalhava para trabalhar em estados do nordeste brasileiro. “Eu nem sabia o que era soldar, mas um colega me convidou e fui, fiquei anos trabalhando com isso”, conta.

 

Clique AQUI e confira a reportagem completa

Continue Lendo

Paraíba

Bruno Roberto diz que “vai passar a limpo” lideranças que tentam se distanciar do ex-governador

Publicado

em

Durante evento de filiações do Partido Liberal (PL) no município de Guarabira no último sábado (14), o pré-candidato ao Senado, Bruno Roberto, subiu o tom durante o seu discurso e lembrou que algumas lideranças políticas da Paraíba tentam se distanciar do ex-governador Ricardo Coutinho (PT), após o início da Operação Calvário, que investiga desvios de verbas na Saúde e Educação.

“Vou passar a limpo aqueles que hoje tentam se distanciar deste corrupto que foi o ex-governador. Vou cortar a cabeça da cobra e todas as suas ramificações, inclusive nos que foram delatados na Operação Calvário”, disse.

Bruno lembrou que jamais necessitou de edificar falsos apoios para iludir os eleitores. “Não uso da mentira. Eu não tenho medo da mentira. Jamais necessitei de edificar falsos apoios para iludir as pessoas, porque eu tenho ao meu lado a verdade. Eu jamais faltaria com respeito com quem quer que seja, nesse sentido”, destacou.

O pré-candidato ainda ressaltou sua parceria com o prefeito Marcus Diogo (PSDB) e com o presidente da Câmara de Guarabira, Wilsinho.

“Fico feliz em me associar a pessoas do bem, compromissadas com as pessoas, sobretudo com quem mais precisa. Minha gratidão ao prefeito Marcus Diogo, pela forma como sempre me recebe na Rainha do Brejo e pelo apoio a nossa caminhada. Meu elogio ao amigo e parceiro Wilsinho, vereador e agora pré-candidato a deputado federal”, completou.

Continue Lendo

Paraíba

Prefeitura de Campina Grande lança exposição que retrata O Maior São João do Mundo em xilogravuras

Publicado

em

A Prefeitura de Campina Grande, através da Secretaria de Cultura (Secult), lançou mais uma exposição de arte em contrapartida da Lei Emergencial Aldir Blanc, nesta segunda-feira (16). “Raízes de um Povo”, que teve a curadoria do consultor de imagem e produtor artístico Haendel Melo, ficará exposta na galeria Edvaldo do Ó, localizada na sede da Secretaria, até o dia 31 de maio.

Em homenagem ao Maior São João do Mundo, as obras focam não somente na festa, mas também no povo, e, é claro, na cultural, no sentido de resgate e preservação da história.

A regionalidade e tradição da exposição é ainda reforçada pela forma que os festejos são retratados: em xilogravura.

“Raízes de um Povo” une o trabalho de diversos artistas contemporâneos da xilogravura no Estado, a exemplo de Ana Lima, Lina Ganen, Marcela Lopes, Marcelo Soares. Todo o trabalho foi digitalizado, possibilitando que as artes atinjam essa outra esfera de exibição.

Vale pontuar que o acesso à exposição é gratuito, e as visitas podem ocorrer dentro do horário das 8h às 12h, na Secretaria de Cultural, localizada ao lado do Terminal de Integração.

Continue Lendo

Paraíba

Eleições 2022: Galdino diz que Efraim Filho estaria quebrando acordo firmado com o Republicanos

Publicado

em

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB). Adriano Galdino (PSB), revelou estar insatisfeito com a postura do deputado federal Efraim Filho (União Brasil) em realizar pré-campanha ao lado do pré-candidato ao Governo da Paraíba, Pedro Cunha Lima (PSDB).

A mágoa, segundo Galdino, se dá porque essa ação não faria parte de um acordo selado entre o Partido Republicanos e o pré-candidato ao Senado, Efraim.

O comentário de Adriano foi registrado pelo programa Correio Debate, da 98 FM, de João Pessoa, nesta segunda-feira (16/05).

Confira o áudio:

Continue Lendo