Nos acompanhe

Paraíba

Nilvan, Bruno e Cabo Gilberto são acionados na Justiça por suposta propaganda eleitoral antecipada

Publicado

em

O advogado Olímpio Rocha decidiu acionar a Justiça apontado realização de propaganda eleitoral antecipada por parte dos pré-candidatos ao Governo da Paraíba (Nilvan Ferreira/PL), ao Senado (Bruno Roberto/PL) e à 1ª suplência do Senado (Tércio Carneiro Arnaud/PL), além do próprio Jair Bolsonaro, que é pré-candidato à reeleição no cargo de presidente da República.

A ação popular foi protocolada junto a 2ª Vara da Justiça Federal, em João Pessoa, na terça-feira (21/06).

Olímpio Rocha, que é pré-candidato à Câmara Federal pelo PSOL, afirmou que além da campanha eleitoral antecipada, a ‘motociata’ que está sendo programa para acontecer em Campina Grande, na Paraíba, ainda fere normas de Saúde em tempos de pandemia.

O comentário de Rocha foi registrado pelo programa Correio Debate, da 98 FM, de João Pessoa, nesta quarta-feira (22/06).

Confira o áudio:

Continue Lendo

Paraíba

Nilvan classifica como “inveja” a tentativa de cancelamento de motociata de Bolsonaro na PB

Publicado

em

O comunicador Nilvan Ferreira (PL) classificou a tentativa de cancelamento da realização de uma ‘motociata’ com o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) em Campina Grande, como uma “inveja do pessoal da esquerda”.

Segundo Nilvan, a “inveja” se dá porque o candidato da esquerda, Lula (PT) “não tem como sair na rua”.

O comentário do comunicador, que é pré-candidato ao Governo da Paraíba nas Eleições 2022, foi registrado pelo programa Correio Debate, da 98 FM, de João Pessoa, nesta quarta-feira (22/06).

Confira o áudio:

Continue Lendo

Paraíba

Chió comemora parceria com Prefeitura de Pilões e o Governo da PB que rende frutos para populares

Publicado

em

O deputado estadual Chió (REDE) comemorou os resultados da parceria realizada com o Governo do Estado e a Prefeitura Municipal de Pilões para levar benefícios para o povo pilonense.

De acordo com o parlamentar, a parceria rendeu a a construção de uma nova escola no valor de R$ 1 milhão; a aquisição de um ônibus escolar que custou R$ 250 mil; e, o investimento no valor de R$ 240 mil para a aquisição de tablets para estudantes da rede municipal de ensino.

“Ao todo, já são mais de R$ 2 milhões destinados para educação dos Pilonenses”, afirmou Chió.

Confira o vídeo:

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Chió (@eusouchio)

Continue Lendo

Paraíba

Convênio entre BNB e UEPB viabiliza pesquisa sobre uso de coagulante orgânico no tratamento da água

Publicado

em

Por meio do Edital Água e Saneamento, do Fundo de Desenvolvimento Econômico, Científico, Tecnológico e de Inovação (Fundeci), do Banco do Nordeste, a Universidade Estadual da Paraíba recebeu apoio para iniciar, ainda esse mês, pesquisa para análise da recuperação de águas do reservatório do Açude Epitácio Pessoa. O diferencial do estudo será o uso de compostos químicos orgânicos (coagulantes) derivados de plantas da Caatinga, como Jurema Preta, Angico e Cajueiro. A pesquisa ocorrerá num período de 24 meses e recebeum aporte de R370 mil, em recursos não reembolsáveis do Fundeci, para realização das análises e custeio de bolsas de estudo.

O projeto “Recuperação de Reservatório de Abastecimento Eutrofizado do Semiárido: Produção e Aplicação de Coagulantes Orgânicos Derivados do Bioma Caatinga” será conduzido pela professora Weruska Brasileiro, do curso de Engenharia Sanitária e Ambiental da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e conta também com a participação da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). As atividades da pesquisa serão realizadas na Bacia do Rio Paraíba, nas cidades de Boqueirão, Cabaceiras e Campina Grande.

A eutrofização das águas resulta de processos de poluição com despejo de resíduos provenientes de atividades humanas, que deixam a água de rios e lagos com coloração turva e com baixos níveis de oxigênio, comprometendo todo o ecossistema aquático. O grupo de pesquisa da UEPB é o único do Nordeste que possui a expertise em coagulantes orgânicos com o bioma da Caatinga. Com a proposta, pretende atuar para a recuperação da qualidade das águas por meio do uso de novos coagulantes.

“Já temos duas patentes de coagulantes e, durante a pesquisa, pretendemos obter outras duas. Serão realizadas ações bastante inovadoras, além de utilizarmos materiais que não agridem a natureza, como é o caso do uso de metais pesados comumente utilizados em casos de combate à eutrofização”, explicou a professora Weruska Brasileiro.

Para o Banco do Nordeste, a pesquisa deve contribuir para ações inovadoras e sustentáveis que possam ser replicadas em áreas de enfrentamento de processos semelhantes. “O projeto prevê a divulgação dos resultados em comunidades rurais. Nossa expectativa é de que surjam novas oportunidades de negócios para produtores no semiárido, com o fornecimento de matéria-prima originada da Caatinga para empresas que fabricam coagulantes orgânicos”, explica o gerente José Rubens, do Ambiente de Programas Especiais e de Fundos de Pesquisa.

A assinatura do convênio foi realizada no mês de junho (15) em Campina Grande, com presença da reitora Célia Regina Diniz, equipe de pesquisadores e do agente de desenvolvimento, Artur Luiz Cordeiro, representando a Superintendência Estadual do Banco do Nordeste.

Continue Lendo